13 de abril de 2017

"O terror lírico

Apoio-me ao corpo e estranho
Tudo ouço, nada chega
Porque temo, se isso não me fez?
Se quer criou isso que vem e passa
 
Inspira o medo, como chega a chuva
Se esvai o tudo, nada nos fica
Assim como este poema
Indeterminado...

O elixir da vida

Que frui como fumaça espessa e sem pesar Não faz desvendar nenhum mistério Onde olhos algum vê, sente a alma e morre o corpo E no além d...